Vou fazer um depoimento pra vocês, estava num restaurante aqui na praia (estou viajando, quem ouviu o Gymcast 07 sabe pra onde), quando ouvi uma mulher falando algo que até doeu meu ouvido.

Vou localizar vocês: estava numa churrascaria, essa mulher estava do nosso lado, comendo, carne, peixe, arroz, batata frita, feijão, farofa, linguiça, frango, bisteca, coca normal e etc. Nem preciso falar que ela é gorda, né? Enfim.

Ouvi ela dizendo exatamente a seguinte frase: “meu nutricionista me disse que se eu não consigo comer coisas fitness, tipo frango, batata doce… eu não preciso! Se eu não consigo comer essas coisas, é porque meu corpo não se adapta bem à esses alimentos, eu tenho que comer o que eu gosto, porque o que eu gosto é o que meu corpo se adapta melhor

Bom, sendo assim, o nutricionista indicou todos esses alimentos citados acima pra ela comer, certo? Farofa, batata frita… e etc. E isso tudo se deve ao nutricionista querer manter o cliente, falando o que a pessoa quer ouvir, e não o que ela precisa!

Então, essa gorda vai continuar gorda, porque essa dieta que esse “profissional” passou pra ela é RIDÍCULA, mas vai continuar se tratando com ele, pois, afinal, ela não quer uma dieta restrita (nem se der certo), a maioria das pessoas querem apenas um cara que faça uma dieta confortável, que não vá mudar sua rotina e estilo de vida e, infelizmente, alguns profissionais se aproveitam disso.

[Bigos]

Texto ORIGINAL da OSM

Post no Facebook

Facebooktwitteryoutubeinstagram

COMENTE AQUI